Reuters logo
CFO Zon diz 'quadruple play' permite manter liderança 'pay TV', aguarda fusão
May 30, 2013 / 12:26 PM / 4 years ago

CFO Zon diz 'quadruple play' permite manter liderança 'pay TV', aguarda fusão

LISBOA, 30 Mai (Reuters) - O novo pacote ‘quadruple play’ permite à Zon manter a liderança no ‘pay TV’ português, face às agressivas ofertas das concorrentes Portugal Telecom e Vodafone, enquanto aguarda o ‘OK’ da Autoridade da Concorrência à fusão com a ‘telecom’ móvel Optimus, segundo o Chief Financial Officer (CFO) da Zon.

“É uma oferta que permite replicar as ofertas que existem no mercado e que, como tal, nos permite reter os nossos melhores clientes de forma muito mais eficaz”, disse à Reuters José Pereira da Costa, CFO da líder no ‘pay TV’ em Portugal, com 1,6 milhões de clientes.

A 14 de Maio último, a Zon lançou um serviço ‘quadruple play’ -- televisão, Internet, telefone fixo e móvel --, apoiando-se no seu operador móvel virtual Zon Mobile, sem esperar pelas sinergias operacionais da fusão com a Optimus, da Sonaecom, que espera ‘OK’ do regulador.

A Zon reagiu assim ao desafio dos serviços ‘quadruple play’ recentemente lançados pelas concorrentes Portugal Telecom e Vodafone, sem ter de aguardar longos meses até à integração da sua rede cabo com a rede móvel da Optimus.

José Pereira da Costa adiantou, à margem da conferência Reuters/TSF, que “o novo serviço está a correr de forma positiva, dentro das expectativas”.

Perguntado sobre as expectativas da Zon quanto à duração da análise da fusão com a Optimus, o CFO recusou comentar, limitando-se a recordar as palavras do Chief Executive Officer da Sonae, maior accionista da Sonaecom, que recentemente pediu celeridade à Autoridade da Concorrência.

Nos últimos meses, as concorrentes Portugal Telecom e a Vodafone Portugal lançaram também ofertas ‘quadruple play’, com mensalidades ligeiramente superiores aos 69,99 euros do pacote básico do novo serviço da Zon.

O ‘quadruple play’ é o novo campo de batalha das operadoras de ‘telecoms’ e ‘pay tv’, já que a convergência plena entre os diferentes serviços permite competir com preços mais baixos e processos de facturação mais simples, gerando sinergias entre os diferentes segmentos de negócio dos operadores.

Estas sinergias são cruciais para as ‘telecoms’ conquistarem quota de mercado na conjuntura profundamente recessiva que o país atravessa.

Portugal encontra-se sob ‘bailout’ da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional e atravessa a mais cavada recessão dos últimos 30 anos, o que tem colocado enorme pressão sobre as receitas das empresas de ‘telecoms’ e ‘pay tv’. (Por Filipe Alves; Editado por Filipa Cunha Lima)

Our Standards:The Thomson Reuters Trust Principles.
0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below